Southampton / Le Havre

A única coisa que eu sabia sobre Southampton é que, de lá, o Titanic havia partido. E eu só quis saber disso. Visitamos o museu que conta toda a história do navio e do naufrágio: teria ficado muitas horas descobrindo todos os detalhes, mas meu pai não aguentou nem duas. A cidade é gelada e um pouco desanimada.. Ainda não havia visto a Inglaterra assim. Visitamos a "Round Table" do Rei Arthur, em Winchester. Descobrimos que tudo não passava de uma lenda. 

A França. Já cheguei esperançosa. Como ela me encanta! Logo descobrimos um mercado com o melhor jus d'orange que já tomei na vida. Compramos queijos, temperos, azeites. Babamos as vitrines cheias de delícias. Encontrei um café fotogênico (todos são por lá) e fiz as fotos que eu tanto queria. Querendo ser francesa. Na hora do almoço, queria sushi: o atendente me disse algo em francês que não entendi (apesar do esforço). Percebi que não poderia comer no restaurante. Levei minha sacola com o almoço embora e achei um banco na praça para almoçar. Fui caminhando até o museu de arte moderna. Passei algumas horas por lá. Na volta para o porto, antes de embarcar no navio, busquei uma livraria: achei o livro que tanto queria, da Jeanne Damas. Adoro ela.