Leve com você só o que for bom Lifestyle
05 NOVEMBRO. 2015
10 COMENTÁRIOS

Você se lembra deste post? Já faz um ano que escrevi, mas acabei de ler e fez muito sentido para mim, de novo. Essa semana, quando fui dar aquela primeira olhada matinal no celular, vi uma mensagem do meu irmão no whatsapp – que ele quase nunca usa. Era um link para essa reportagem que, se eu fosse você, leria agora mesmo.

Essena tinha mais de meio milhão de seguidores no instagram e a metade disso no youtube. Segundo ela, adquirir mais seguidores, likes, visualizações e “sucesso” nas mídias sociais vinha sendo o objetivo de sua vida, desde que começara a postar, com 15 anos de idade. Hoje, com 19, ela abandonou a sua conta no insta e no youtube e criou um site para compartilhar vídeos, textos e mensagens inspiracionais que, segundo ela, vão realmente causar alguma mudança positiva no mundo e nas pessoas que a acompanham todos os dias.

c289f36fc13d4152c8d87545f0eed0f3

É muito real, o vício que pode causar uma rede social. Sem perceber, você pode deixar de ser você mesma para representar um papel cheio de filtros, uma vida editada, programada para acontecer do jeito que você quiser. Você pode passar tempo tentando ser a perfeição que não existe, enquanto insiste em se tornar cada vez melhor. Você também pode afetar o dia de muita gente, que não fica indiferente à tanta perfeição. Insegurança, cobranças e baixa auto-estima podem atingir os que não entendem que aquela tela de celular não passa de uma vitrine de exposição.

Eu não sou contra qualquer mídia social… Pelo contrário, é lá que eu consigo mostrar um pouco do meu trabalho. Mas tenho certeza de que a gente poderia estar compartilhando e absorvendo muito mais. Muito além das fotos bonitas que você pode tirar, ou do quão linda você consegue ficar quando se arruma para sair. A “beleza física”, como diz Essena, não é nada além da loteria genética, então por quê alguém deve ser valorizado por algo que nem sequer é responsável?

63bf780d8cfb0429fc90f1b41eaa4374

Essa cultura cheia de padrões gera um sentimento de invalidação a tanta gente, e é triste pensar nisso. Tanto tempo que a gente perde esperando aprovação. Um número na tela do celular não deveria significar nada. Você não é mais importante porque milhares de pessoas acompanham o que você quer mostrar da própria vida.

São incontáveis os momentos que eu poderia ter aproveitado mais, e “troquei” pela foto perfeita, já imaginando o “sucesso” que ela faria quando fosse divulgada. O curioso é que, nos períodos da minha vida em que estive insegura, eu certamente chegaria a trocar um banho de mar pela foto na praia com o cabelo seco – porque não fica tão bonito se molhar. É tão chato, vazio  e estranho se preocupar com uma imagem antes de aproveitar. Não é a toa que, quando a festa é boa, a gente até esquece de olhar pro celular.

ba3f70439533ab1dfbafd147e81efe66

O meu ponto é que, pra tudo na vida, a gente pode escolher absorver só o que nos faz bem. Já que as mídias sociais fazem parte da sua, escolha seguir só o que te inspira, motiva, o que te traz alegria. “Leve com você só o que for bom…”.

Mil beijos,

Luisa.

you always have a choice Dicas
07 OUTUBRO. 2015
20 COMENTÁRIOS

Ontem eu tive o enorme prazer de ver meu nome na lista dos aprovados na OAB. Apesar de não ter sido a mais emocionante das conquistas, foi impossível não sentir alegria por mais uma etapa cumprida: “Ok, agora eu não preciso mais pensar nisso (e nem passar horas grifando legislações trabalhistas – isso realmente me deixou muito feliz, rs!)”. E desde então tenho pensado nisso… Na minha escolha de não seguir a carreira jurídica, e na felicidade que senti ao me intitular “advogada”, mesmo sabendo que talvez nunca vá redigir ou assinar uma peça processual na vida.

Eu fiz uma escolha, e não foi a mais fácil. É maravilhoso, eu sei, ter a oportunidade de escolher. Mas por incrível que pareça, também pode ser um pouco perturbador, ou até paralisante. Vamos supor que a vida inteira eu tenha sonhado com uma carreira na advocacia, me dedicando à este sonho todos os dias. Passar no exame da ordem seria extraordinário, e certamente iria garantir uma satisfação constante, até que um novo obstáculo a ser superado surgisse. Mas sinto apenas conforto.

9d76efe1916c89931e36a6a6786bf2f0

Eu nunca soube o que iria fazer. Meus pais sempre me encorajaram dizendo que “eu poderia ser o que quisesse” e, nossa, isso pode ser realmente assustador. Imagine se você tivesse que escolher agora, entre as milhares de profissões do mundo, só uma para chamar de sua? Mesmo que você escolha uma pela qual sempre foi apaixonado, a inúmera quantidade de opções deixadas de lado, em algum momento vai lhe trazer certa dúvida.

Ah, essa vida cheia de escolhas. Seria muito mais fácil se todo mundo já nascesse pré-determinado a seguir um caminho: objetivos pontuais, conquistas certeiras, metas e planejamentos a todo tempo. Mas esse mundo lutou muito pela liberdade e, apesar de ser um pouco mais complicado, vale a pena tentar. Sim, tentar. Eu não sabia que seria empresária. Há um ano atrás, era “só” blogueira. Hoje estou tentando consolidar a minha marca, e fazê-la crescer até certo ponto em que eu possa reconhecer: “fiz a escolha certa”. E, quer saber? Nem vou esperar até lá.

Prefiro pensar que a minha escolha foi certa só por ter sido feita. Que, diante do leque de opções e profissões ao qual somos expostos, ter a coragem e a determinação de escolher – e se dedicar a uma, já é uma conquista. É como se ver diante de uma vitrine com centenas de sabores de sorvete e escolher provar o de chocolate pensando que o de limão deve ser muito bom também. Todos são bons, na verdade. Escolhas e caminhos sempre têm seus prós e contras, suas mil possibilidades. E são todas válidas… Mesmo que em certo momento você perceba que fez a escolha errada, no fim das contas foi  ela quem te mostrou qual era a certa.

9d2df46cbca8e4a2365ddb1aa8cdaf30

Eu sei o quanto é assustador, ter que decidir. Mas é um privilégio não precisar que alguém escolha por nós. Ser livre também é ser corajoso. Então, mesmo que você não tenha tanta certeza… Mesmo que, na balança, os caminhos diferentes se equilibrem… E mesmo que, no fundo, você não saiba o que fazer, faça alguma coisa. Não seja só o que acontece com você. Não fique parado com medo das inúmeras possibilidades, assistindo a vida acontecer.  E, quando for escolher, faça com paixão. Aí sempre vai valer a pena.

Mil beijos,

Luisa.

Mídia Social X Vida Real Lifestyle
13 AGOSTO. 2014
90 COMENTÁRIOS

As vezes eu faço tanta coisa que fico perdida na hora de parar. Não consigo parar, na verdade. Vou à aula, não presto atenção porque preciso responder emails e editar posts.  Almoço com pressa enquanto confiro o feed do instagram e atualizo a minha foto na esperança de ter recebido mais curtidas. Se consigo passar em casa, abro o computador na mesa sem lembrar que o dia está lindo e eu havia prometido que passearia mais com meus cachorros, quando pudesse. Mas sempre parece que eu nunca posso. É engraçado como me sinto incomodada quando não tenho nada para fazer… A lista de tarefas tem que ser interminável, ou a sensação de inutilidade toma conta do meu corpo inteiro. Logo quando o tempo parece se tornar tesouro cada vez mais raro, insisto em consumi-lo, minuto por minuto.

O fim de semana já estava planejado desde segunda. Precisa ser interessante, não dá para ficar em casa sem fazer nada. Aí não tem post, não tem curtida, não tem “massagem social” no ego. “Só” tem vida, pra valer. Queria me lembrar de esquecer do resto do mundo de vez em quando. Se eu e meu namorado desfrutamos de um jantar delicioso, pode ser ainda mais gostoso guardar só pra gente. Acho lindo que certos momentos existem apenas para algumas pessoas. Sinto “saudade” disso, pois não consigo me lembrar da última vez que esqueci de levar o celular. E você?

Domingo à noite, antes de dormir, você passa o dedo na tela do telefone e instantaneamente começa a comparar a sua vida inteira com algumas fotos do instagram de outra pessoa. A sua cama parecia o melhor lugar do mundo, mas deixa de ser quando você descobre que metade dele está curtindo a praia em St. Barths. Você também está feliz solteira, mas é impossível manter-se assim quando todos os casais do insta têm o relacionamento dos sonhos. “Eles são tão felizes, né?”. Adivinhe só: você não sabe! O que você vê da tela do seu celular é apenas – repito – apenas uma vitrine. Reflexo da mania que as pessoas têm de se mostrarem felizes o tempo inteiro nas mídias sociais. Tudo é glamourizado, desde o closet cheio de sapatos, o prazer do #ilovemyjob à dieta sem glúten e lactose. Todo mundo jura que têm a vida perfeita, e a gente acredita.

Desktop1

Eu amo o que faço aqui, porque sinto que é real. Quero levar algo de bom à sua vida, e não imaginar que depois de ler o blog você gostaria de ter a minha. Se você se sente assim, terei que começar a compartilhar minhas caras de choro durante as crises de existência, ou a última briga que tive com o meu namorado. Você conhece o meu blog e não a minha história.

Em algum momento, tornou-se inaceitável que as coisas não estivessem indo tão bem… As pessoas não postam suas crises familiares ou problemas pessoais, mas não significa que estes não estejam presentes, e que você seja a única a enfrenta-los. Como disse o filósofo Montesquieu: “Se quiséssemos apenas ser felizes, seria fácil. Mas queremos ser mais felizes que os outros, o que quase sempre é difícil, já que pensamos que eles são mais felizes do que realmente são”.

Acho que deveríamos ser mais leves, sabe? Eu estou em busca disso: realidade. A vida é encantadora em suas irregularidades, desafios, altos e baixos. A perfeição pode ser entediante e previsível. É chata e vazia. Qual a graça de se transformar em um produto, um personagem que o seu íntimo mal conhece? Tem charme na originalidade. No diferente, na loucura, nos bastidores. Seria covardia viver só de ensaios para a platéia… A gente não deveria agir esperando ela aplaudir.

Eu quero viver por inteiro, juro que eu quero. Preencher minha alma de momentos antes de lotar a memória do celular. Quero curtir o show e esquecer de filmar. Nem que seja apenas de vez em quando… Eu quero “só” vida pra valer.

tumblr_lyvoy0yNES1qiqf01o1_1280-1024x1024 cópia

Fashion Talk – A Origem da Moda Cultura
12 MARçO. 2014
5 COMENTÁRIOS

Antes de começarmos a pensar no momento em que a moda de fato surgiu neste mundo, vale lembrar do real significado da palavra. Moda provém do latim modus e puramente significa costume. Mais especificamente, no dicionário, é um costume passageiro que estabelece a maneira de se vestir em um determinado momento. Logo, a moda é também a manifestação cultural de um período específico, que expressa os valores da sociedade, seus respectivos usos, hábitos e costumes.

Já parou para pensar por que o estilo “hippie” surgiu no final da década de 60, início dos anos 70? Quem conhece a história, sabe que foi uma época de intensas transformações e mudanças, por isso o objetivo da moda era chocar as pessoas. Tudo era aceitável, desde que fosse diferente. Enquanto acontecia a guerra do Vietnã, os hippies defendiam o amor livre e a não-violência, usando suas roupas coloridas, túnicas, batas, vestidos longos e floridos também como forma de protesto. A moda girava em torno do Flower Power.

Assim como os anos 70, muitas outras décadas têm seus valores sociológicos reconhecidos pelas roupas então usadas. Se pensarmos desta forma, fica claro que a moda é a uma das maiores formas de expressão que existem. Ela reflete os desejos e vontades das pessoas.

f4c5ff734797f6b25b22cc14441e7394

Mas, como se deve imaginar, nem sempre a moda encontrou seu papel mais importante nas expressões artísticas e manifestações sociais. Lá no início, no começo de tudo, a moda surgiu como sinônimo de diferenciação de classes. A partir da Idade Média, na época do Renascimento Europeu, as roupas se diferenciavam seguindo um padrão que aumentava de acordo com a classe social. Acredita que existiam até leis restringindo certos tecidos e cores somente aos nobres?

004-frz-judenfleck-judenhut-u-judenkleidung

Quando soube disso, não pude evitar uma comparação com os nossos dias. De certa forma, a moda segrega e torna-se uma imitação das classes elevadas pelas classes baixas. Tudo isso em função da busca por status, um conceito tão instável e superficial. Não é a toa que os preços de marcas luxuosas são extremamente altos. O objetivo é selecionar, tornar exclusivo, inatingível. E se a massa imita ou cria algo parecido, as grandes marcas precisam imediatamente criar algo novo que, novamente, será desejado e inalcançável para a maioria. Essa moda nunca foi e nunca será para todos.

2 cópia

De volta à parte histórica, foi a Revolução Industrial no século XVIII que permitiu a democratização da moda. Com a invenção da máquina de costura, o custo dos tecidos diminuiu e a população desprovida de recursos teve acesso à roupas melhores.

primeiras-maquinas-de-costuras

Aliada à confecção industrial, surgiu a Alta Costura, que mais se assemelha a moda como a conhecemos. A partir de então, as criações eram exclusivas, surgiu o lançamento de tendências pelos grandes estilistas e suas maisons, o costureiro virou artista e a apresentação dos modelos, espetáculos!

Mas foi só em 1949 que surgiu o prêt-à-porter (pronto para usar). Este novo jeito de fazer moda era economicamente mais acessível, pois as roupas eram produzidas industrialmente, em massa, seguindo as tendências da época. Era enfim, consolidada, a “moda democrática”.

Deste então a moda sofreu inúmeras influências, passando por diversos períodos socioculturais. Cabe a nós pensar qual o papel que ela exerce atualmente… Seria o de manifestação artística ou distinção social?

Para mim, a moda sempre será arte. Sempre será a maneira mais charmosa de usar a sua voz, refletir seus desejos e contar as suas histórias. É como escrever um livro e fazer das roupas as suas palavras. Esqueça a distinção de classes, os grupos sociais, as grandes grifes e as tendências instituídas. A moda que eu admiro é cheia de vida… Individualiza, não neutraliza!

E para você, a moda é o que?

7864e1df8341a2f0302b0d59094c7f0f

Luisa na Miss Lilly Estilo
15 ABRIL. 2013
20 COMENTÁRIOS

Na última quinta-feira participei de um evento incrível e, de certa forma, até fora do comum. A Denise Magevski, proprietária da loja Miss Lilly, que é totalmente destinada ao público teenager, com marcas como a Spezzato TeenAllegri Teen, me convidou para uma “conversa” bem descontraída sobre moda, tendências e estilo próprio com as clientes da loja.

No primeiro momento confesso que fiquei receosa, pois não sabia se as teens acompanhavam o site e entenderiam o motivo da minha presença mas, felizmente, eu não poderia ter tido uma surpresa melhor! Nunca fui recebida com tanto carinho… As meninas não só acompanhavam o site como também esbanjavam estilo na hora de montar as produções e, é claro, tirar muitas fotos!

Falamos sobre estilo próprio, contei um pouquinho do meu trabalho, como é a minha rotina, como descobri a minha paixão pela moda e quando isso aconteceu. Reforcei para todas elas o meu princípio de que “ter estilo é, acima de tudo, contar histórias ao se vestir… É vestir a sua própria voz e inspirar sem precisar de muito!”. Fiquei lisonjeada ao ouvir destas meninas lindas que eu as inspirava… Foi uma honra e uma delícia conhecer todas vocês!

11042013-IMG_4411 11042013-IMG_4422 11042013-IMG_443415042013-miss lilly editadas411042013-IMG_442411042013-IMG_4452 cópia 11042013-IMG_4519miss lilly editadas3 cópia11042013-IMG_4532 11042013-IMG_4544 11042013-IMG_4547 11042013-IMG_4554 11042013-IMG_4566 cópia

Na primeira foto estou com a Monique, minha professora de ballet quando eu tinha 1o anos! Nas demais fotos, a nova geração de meninas cheias de estilo!

miss lilly editadas2

Mamãe, eu e Renato!

11042013-IMG_4570

Mamãe, eu, Renato e Manuzinha, minha little sis!

11042013-IMG_4572

Será que tiramos muitas fotos para o instagram?

IMG_582815042013-miss lilly editadasMil beijos, hoje em especial para as minhas novas amigas lindas!

Love… Lifestyle
02 ABRIL. 2013
30 COMENTÁRIOS

Como legítima romântica incurável, passo um bom tempo lendo histórias lindas, apaixonantes e verdadeiras que encontro por ai! Minha última descoberta foi esta matéria que listava as 50 coisas mais românticas que já aconteceram no mundo. Escolhi as que mais me tocaram para mostrar a vocês. This is how love looks like

1) Esta música (Pode apertar o play antes de começar a ler o resto do post!):

 

2) A primeira vez que um casal escreveu seus nomes nesta parede:

enhanced-buzz-28028-1360879473-16

 

3) Quando isto foi escrito:

enhanced-buzz-17878-1361346607-0

 

4) A invenção do Photo Booth:

enhanced-buzz-4302-1361345029-9

 

5) Quando ela ganhou estas flores:

enhanced-buzz-19950-1361394625-3

Tradução: ‘Eu e meu amado marido John fomos casados por 46 anos. Em cada “Valentine’s Day” (Dia dos namorados) ele me mandava as mais belas flores com uma carta de apenas uma frase: “Meu amor por você sempre cresce”. Quatro filhos, 46 buquês e uma vida inteira de amor foram o legado que ele me deixou quando faleceu há dois anos atrás. No primeiro dia dos namorados que passei sozinha, 10 meses depois da minha perda, fiquei chocada ao receber um belo buquê de flores do John. Com raiva e de coração partido eu liguei para o florista e disse que havia algum engano. O florista respondeu: “Não senhora, não houve engano algum. Antes de falecer, seu marido pagou por muitos buquês e pediu que garantíssemos que você continuaria recebendo-os nesta data. Com o coração na boca, eu desliguei o telefone e li o cartão que acompanhava as flores. Ele dizia: “Meu amor por você é eterno!”‘

6) Estas despedidas nos tempos de guerra:

enhanced-buzz-18869-1361394530-6enhanced-buzz-22146-1361346911-0enhanced-buzz-18562-1361394608-10enhanced-buzz-9737-1361320302-3

 

7) Quando este gatinho trouxe uma surpresa em seu pescoço:

enhanced-buzz-29095-1361237507-7

 

8) Este presente de Valentine’s Day:

enhanced-buzz-18714-1361263667-4

 

8) O pedido de casamento de Isaac:

 

9) Quando Ryan Gosling e Rachel McAdams venceram o prêmio de melhor beijo no “MTV Movie Awards”:

anigif_enhanced-buzz-11288-1361384672-9

 

10) A invenção das mensagens de texto:

anigif_enhanced-buzz-25088-1361320823-0
enhanced-buzz-1144-1361382504-5

 

11) Quando uma mulher poderosa ama um homem poderoso:

enhanced-buzz-8744-1361322686-14

Jay-Z e Beyoncé

12) Este pedido de casamento:

enhanced-buzz-5088-1361266022-3

 

13) Quando um príncipe se casa com a sua princesa:

enhanced-buzz-20670-1361246141-1

anigif_enhanced-buzz-22838-1361332531-1

 

14) Os 6.000 degraus que ele construiu para ela:

enhanced-buzz-23467-1361386549-14

Liu e Xu se casaram e viveram juntos durante 50 anos em uma caverna na montanha. Liu tinha medo de que, com o passar do tempo, sua mulher não conseguisse descer a montanha com facilidade, por isso começou a construir os degraus no segundo ano de casamento. Ele construiu 6.000 degraus antes de partir, nos braços de sua esposa.

 

15) Este anel:

enhanced-buzz-18142-1361394750-31

Este anel foi feito na França, em 1800 e possui aberturas que revelam mensagens escondidas. Todas começam com “Je t’aime…” (Eu te amo em Francês!).

16) As primeiras fotos de casamento deles:

enhanced-buzz-25383-1361317263-5

 

Wu Conghan, de 101 anos e sue esposa, Wu Sognshi, de 103, se casaram em 1924 e desde então permaneceram juntos por quase nove décadas. Na época em que eles se casaram não existia a opção de fotografar a cerimônia e as fotos se tornaram apenas um sonho. Recentemente este sonho foi realizado por uma companhia de fotografia local, em Nanchong, na China. O casal posou junto para as fotos, muito felizes e vestindo suas roupas de casamento.

 

17) Seus últimos momentos juntos:

enhanced-buzz-7768-1361390308-0

Depois de 72 anos de casados, Norma e Gordon Yeager morreram no mesmo hospital no intervalo de apenas uma hora. Eles estavam de mãos dadas.

 

18) A primeira vez que ele a viu usando um vestido de noiva:

enhanced-buzz-27001-1361335830-0

Este homem tem 104 anos e sua esposa 100. Eles são casados por 81 anos, mas nunca tiveram uma cerimônia adequada. A senhora foi presenteada com este vestido para que eles pudessem tirar uma foto de casamento juntos. Assim que viu sua mulher, o senhor disse: “Minha esposa é muito linda!”.

 

19) Quando estes noivos viram suas noivas pela primeira vez:

enhanced-buzz-6049-1361385513-3

 

20) O clipe que David Choi gravou com sua namorada :

 

O amor não é a coisa mais linda que existe?